Esqueleto: Algo de Concreto

14 Mar 10:00
Até 10 May, 17:00 1m 26d 7h

Esqueleto: Algo de Concreto

Galerias Candido Portinario e Gustavo Schnoor
Organizado por Coexpa

A Pró-reitoria de Extensão e Cultura, o Departamento Cultural da UERJ e a Coordenadoria de Exposições têm a honra de convidar todas, todos e tod_s para a abertura da exposição Esqueleto: Algo de Concreto, no dia 14.03.2024, no Campus Maracanã, a partir das 16h.

Com curadoria de Alexandre Sá, Analu Cunha, Ana Tereza Prado Lopes, André Carvalho, Marisa Flórido e Maurício Barros de Castro, o projeto ocupará as galerias Candido Portinari e Gustavo Schnoor com obras de 43 artistas de diferentes gerações e trajetórias. O núcleo da exposição é a devastação e os apagamentos simbólicos, conceituais, discursivos e físicos da história dos nossos corpos, bem como a obsolescência programada da memória, a partir de uma questão específica: a desapropriação da Favela do Esqueleto e a inauguração da UERJ – Campus Maracanã, no mesmo terreno, durante a ditadura civil-militar que, em 2024, completa 60 anos.

Importante ressaltar que a exposição também conta com duas ocupações. Uma na Faculdade de Formação de Professores em São Gonçalo e no Instituto Politécnico de Nova Friburgo, evidenciando o interesse na expansão e descentralização da produção e pensamento artísticos. Marca também uma nova gestão preocupada em discutir e reconstruir coletivamente uma política cultural para esta universidade que seja de fato capaz de contribuir para outras produções do Estado do Rio de Janeiro.

SERVIÇO
Esqueleto: Algo de concreto – Campus Maracanã
Galeria Cândido Portinari e Gustavo Schnoor
Abertura: 14.03.2024 às 16h
Visitação: segunda a sexta, de 10h às 19h

Esqueleto: Algo de concreto – FFP – São Gonçalo
Abertura: 20.03.2024 às 14h

Esqueleto: Algo de concreto – IPRJ – Nova Friburgo
Abertura: 20.03.2024 às 14h

Scan QR Code
Pular para o conteúdo