UERJ e-mail Mapa do site


 
Museu do Cárcere

 

O Museu do Cárcere (MuCa) tem como objetivo registrar a história e a memória do Sistema Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro, em especial da Ilha Grande, elementos fundamentais para a compreensão do sistema prisional brasileiro, e apresentar ao público visões acerca das políticas carcerárias implementadas ao longo do período Republicano, principalmente no Rio de Janeiro, e seus reflexos na sociedade cotidiana. Desenvolve atividades junto à comunidade, bem como projetos de preservação, investigação e divulgação dos conhecimentos, patrimônio material e imaterial, suporte de memória social, relacionados à história do sistema prisional e da região. O MuCa está situado no prédio da guarda e na padaria que integravam o Instituto Penal Cândido Mendes, complexo implodido em 1994.

Coordenação: Profa. Ana Carolina Huguenin

Exposições Permanentes
100 anos de presídios
Com curadoria da antropóloga Myrian Sepúlveda dos Santos, primeira coordenadora do Ecomuseu Ilha Grande, a mostra, que inaugurou o espaço, em 2009, traça um panorama histórico das diferentes unidades prisionais implantadas na Ilha Grande entre os anos de 1894, data em que foi instalado o primeiro presídio na ilha, e 1994, quando foi implodido o Instituto Penal Cândido Mendes.

Comida e Cárcere
A mostra, organizada em três módulos - Aquisição, Preparo e Consumo -, está instalada no prédio da padaria do presídio, com finalidade de apresentar a rotina alimentar na penitenciária localizada em Vila Dois Rios até o momento de sua desativação. Reúne objetos, fotografias e documentos textuais e fílmicos que informam sobre as condições precárias nas prisões: locais e utensílios inadequados ao preparo e consumo dos alimentos, ausência total de higiene e baixa qualidade do que era servido. A curadoria é da equipe do Ecomuseu.

Sistema Penitenciário do Rio de Janeiro: ontem e hoje
A exposição, com curadoria do historiador Gelsom Rozentino, atual coordenador do Ecomuseu Ilha Grande, é resultado do projeto “História e Memória do Sistema Penitenciário do Estado do Rio de Janeiro”, financiado pela FAPERJ. A mostra busca contribuir para uma visão sobre o funcionamento e a construção das várias unidades penais e hospitalares que integram a estrutura física do sistema penitenciário ao longo da história. Nela, são apresentadas imagens que retratam passagens da história do sistema penitenciário e registros fotográficos, visando identificar diversas atividades que representam o cotidiano nas prisões.

Ecomuseu Recicla
Com a intenção de divulgar os resultados obtidos pelo projeto "Ecomuseu Recicla: alternativas para o desenvolvimento sustentável da Vila Dois Rios a partir do artesanato consciente", apoiado pela FAPERJ, a exposição apresenta obras criadas com materiais recicláveis por artesãos da Vila de Dois Rios. A mostra, que conta com a curadoria do antropólogo Ricardo Gomes Lima, diretor do Departamento Cultural da UERJ, apresenta objetos criados em pet, tecido, lata e madeira reciclados, que se convertem em fonte de renda e forma de expressão cultural para os artesãos da Ilha Grande.